quarta-feira, 4 de maio de 2011

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas"


"Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu também não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo..."

(O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint-Exupéry)

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente com você, Cristóvão.

    Obrigada =D

    ResponderExcluir
  3. Daia,
    Nada nos deixa mais enternecidos do que as lições de Exupéry. Como algo saido da boca de uma raposa pode causar tanto impacto nas pessoas. Escrevi certa vez o que segue abaixo:

    Mesmo na cinza das horas
    o meu desejo de você é perene
    nunca por um triz
    tal qual a espera da raposa
    pelo pequeno príncipe
    se este diz que vem às 5
    desde às 3 ela já é feliz

    (http://sertaodeverso.blogspot.com/2010/06/o-pequeno-principe-e-raposa.html)

    ResponderExcluir